...
🧠 O blog é dedicado ao tema VPN e segurança, privacidade de dados na Internet. Falamos sobre tendências atuais e notícias relacionadas à proteção.

Sequestro de sessão: o que é e como funciona?

7

Sequestro de sessão – também conhecido como sequestro de sessão TCP, é um ataque cibernético que ocorre durante uma sessão do usuário. Isso acontece quando um invasor cibernético invade uma sessão ativa entre o servidor de um site que você está visitando e seu PC para roubar algumas informações.

Em uma sessão invadida, o invasor cibernético pode monitorar facilmente sua atividade. Ele também pode expulsá-lo da sessão e assumir, se necessário.

Isso pode realmente prejudicar você se você estiver usando o internet banking e sua sessão for invadida no meio. O invasor pode adquirir conhecimento de sua ID de sessão por meio de sua sessão de cookies, se passar por você e transferir dinheiro para a conta dele.

Embora esse tipo de sequestro possa ocorrer de qualquer forma, é mais comum acontecer em sessões de navegação de aplicativos da web.


Sequestro de Sessão – Como Funciona?

(Créditos da imagem: SSLstore.com)

Existem várias técnicas que os hackers usam para realizar o seqüestro de sessão. Isso inclui side-jacking de sessão, ataques man-in-the-browser, fixação de sessão, ID de token de sessão previsível, sniffing de sessão e script entre sites.

Vamos verificá-los em detalhes:

1 Sessão sidejacking:

O side-jacking de sessão geralmente é usado no caso de uma rede Wi-Fi não segura. Nessa técnica, um ciberataque usa o sniffing de pacotes para monitorar o tráfego da rede e intercepta os cookies de sessão depois que o usuário se autentica em seu servidor.

Caso o site use criptografia TLS/SSL para suas páginas de login, os invasores podem derivar uma chave de sessão de sniffing de pacotes para representar o usuário e sequestrar sua sessão.

2 Ataque Man-in-the-browser:

Este tipo de ataque é bastante semelhante aos ataques man-in-the-middle. O invasor precisa primeiro infectar o computador do usuário com o vírus Trojan. Assim que o usuário instala esse malware em seu computador, o malware Trojan espera que o usuário visite qualquer site.

Esse tipo de ataque pode modificar facilmente os detalhes da transação de qualquer usuário e pode criar várias outras transações nas costas do usuário. Como todas as solicitações de transação são feitas a partir do sistema do usuário, os sites não conseguem identificar se são falsos.

3 Fixação de sessão:

Esse método engana um usuário para autenticar uma ID de sessão não autenticada. Uma vez autenticado, o ciberataque pode acessar o sistema da vítima.

(Créditos da imagem: SSLstore.com)

4 Sessão sniffing:

O sniffing de sessão é um método bastante básico para seqüestrar uma sessão de usuário. O ciberatacante usa o Wireshark, o proxy OWASP Zed ou qualquer outro sniffer para capturar o tráfego de uma rede que contém o ID da sessão entre um cliente e um site.

Uma vez que ele o alcança, ele pode adquirir acesso não autorizado usando esse token.

(Créditos da imagem: SSLstore.com)

5 Scripts entre sites:

Os ciberataques usam as vulnerabilidades em um servidor ou aplicativo para injetar scripts do lado do cliente em páginas da web. Devido a isso, toda vez que uma página comprometida é carregada, o navegador executa um código arbitrário.

Se os cookies de sessão não estiverem definidos como HttpOnly, usando os scripts injetados, os invasores poderão acessar a chave de sessão, obtendo assim os detalhes necessários para o seqüestro de sessão.

6 ID de token de sessões previsíveis:

Para gerar o ID da sessão, vários servidores da Web usam um padrão predefinido ou algoritmo personalizado. Se a previsibilidade de um token de sessão for alta, é muito fácil prever. Se um hacker puder analisar vários padrões capturando vários IDs de sessão, ele poderá prever um ID de sessão preciso.


O que os invasores cibernéticos obtêm com o seqüestro de sessão?

Com uma sessão invadida ativa, os invasores podem fazer praticamente tudo que a vítima teve o privilégio de fazer.

Os ataques podem variar de moderados a graves. Os exemplos graves de sequestro de sessão incluem o roubo de informações de identificação pessoal (PII) para roubo de identidade, a transferência de uma enorme quantia de dinheiro da conta da vítima e a compra de mercadorias em lojas online.

Exemplos de Sequestro de Sessão

Usando a taxa de compactação dos vazamentos de dados das solicitações TLS, os invasores obtêm acesso aos cookies de login do usuário, que se tornam a chave para seqüestrar suas sessões em vários sites e bancos de comércio eletrônico.

Um ataque como esse ficou no centro das atenções em setembro de 2012, quando uma organização de sequestradores de sessão chamada CRIME se envolveu na violação do site de uma empresa.

O CRIME usa o método de força bruta para descriptografar os cookies HTTPS para determinar os usuários autenticados. O navegador da vítima é então forçado pelo código de ataque a enviar solicitações HTTPS especialmente criadas para um site que está sendo direcionado e analisa a variação de seu comprimento após ser compactado, o que ajuda a determinar o valor do cookie de sessão da vítima.

Isso só é possível porque a criptografia TLS/SSL usa DEFLATE, um algoritmo de compactação que elimina strings replicadas.

O código de ataque não pode ler o cookie de sessão, mas pode inserir várias strings e controlar os caminhos de todas as novas solicitações. Os valores dos cookies de sessão podem ser bastante extensos, mas muitos algoritmos foram desenvolvidos para tornar os ataques eficientes.

Quais são os riscos e consequências do sequestro de sessão?

O seqüestro de sessão bem-sucedido pode permitir que um invasor faça qualquer coisa que a vítima possa fazer. Isso traz vários riscos significativos nele. Vamos conferir alguns:

1 Roubo de identidade:

Por meio do sequestro de sessão, os invasores podem obter acesso a informações de identificação pessoal de usuários que podem ser usadas para roubar a identidade desses usuários.

2 Usando SSO para obter acesso a sistemas adicionais:

Ao habilitar o método de logon único (SSO), os invasores cibernéticos podem acessar sistemas adicionais sem esforço, espalhando assim o risco de seqüestro de sessão. Esse tipo de risco é significativo para empresas que habilitam SSO para seus funcionários.

3 Roubo monetário:

Os invasores podem facilmente realizar várias transações monetárias em nome da vítima. Isso pode envolver compras on-line por meio dos detalhes de pagamento salvos e a transferência de dinheiro para outra conta.

4 Roubo de dados:

Os ciberataques podem roubar os dados pessoais ou da empresa pré-salvos no aplicativo da Web e usá-los em benefício próprio, o que pode incluir causar danos à empresa/vítima.

Como você pode se proteger contra o seqüestro de sessão?

O sequestro de sessão, assim como o phishing, é uma das crescentes ameaças à segurança cibernética no mundo. Embora existam algumas maneiras de se proteger de um ataque cibernético, aqui estão alguns métodos eficazes para se proteger do sequestro de sessão:

1 Altere a chave de sessão uma vez autenticada:

Para evitar esse tipo de sequestro através do método de fixação de sessão, você deve alterar a chave de sessão após a autenticação no momento do login. Dessa forma, mesmo que o invasor tenha acesso à chave de sessão real, ele não saberá a chave de toda a sessão.

2 Use apenas HTTPS:

Para sessões de página completamente seguras, é muito importante que você use HTTPS em todos os sites e aplicativos. O HTTPS garante que a criptografia SSL/TLS esteja presente durante toda a sessão.

3 Use uma VPN:

Uma rede privada virtual (VPN) é outra maneira de evitar um ataque de seqüestro de sessão em sua rede. Uma VPN mascara seu endereço IP original e mantém você seguro criando um túnel criptografado entre você e o site. Dessa forma, nenhum invasor poderá invadir sua rede.

Existem vários outros serviço VPN confiávele se proteger contra o sequestro de sessão e muitos outros ataques cibernéticos.

4 Adicione áreas adicionais para informações de identidade:

Você pode adicionar outra camada de proteção à sua rede introduzindo informações de identidade adicionais além da chave de sessão. Isso inclui verificar o endereço IP usual do usuário e os padrões de uso.

5 Mantenha seus sistemas atualizados:

Ative as atualizações automáticas para manter seu sistema atualizado em todos os dispositivos. Você também pode instalar um software antivírus confiável para permanecer protegido contra todos os tipos de malware. Isso também inclui o malware que os invasores usam para seqüestro de sessão.

Você também pode obter um antivírus com uma VPN para atender às suas necessidades por meio de um software.

Conclusão

O sequestro de sessão é uma ameaça significativa da qual os usuários estão sendo vítimas em todo o mundo. No entanto, existem várias maneiras de se proteger desses ataques. Algumas medidas preventivas eficazes são mencionadas acima.

Essas medidas de segurança exigem uma compreensão profunda dos protocolos de segurança e criptografia. Se você estiver perdendo isso, isso pode levar a uma violação de dados significativa.

Se você deseja salvar toda a sua organização do sequestro de sessão, precisa esclarecer seus funcionários com as melhores práticas de segurança cibernética.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação